(48) 3263-0303 Whatsapp

Tijucas e Canelinha dizem não a instalação de aterro sanitário entre os municípios

31/08/2021 às 15h17 - Atualizado em 31/08/2021 às 15h37

Por Sidnei Miranda, com informações da Prefeitura de Tijucas

Em 2017, logo após a posse do primeiro mandato do atual prefeito de Tijucas, Elói Mariano Rocha, moradores da comunidade de  Nova Descoberta protestatarm contra a intenção de uma empresa em instalar uma usina de processamento de lixo, o que geraria um verdadeiro aterro sanitário no bairro, em uma área onde há várias nascentes de água, próximo ao limite com o município de Canelinha.

Na ocasião, após reuniões com os moradores, a prefeitura tijuquense se manteve firme em barrar qualquer alvará ou licença para a instalação do empreendimento. O assunto, no entanto, voltou à tona neste ano com a notícia de uma nova tentativa da empresa em instalar o aterro em uma área pertencente ao município de Canelinha.

Preocupados com o avanço das tratativas, moradores de Nova Descoberta pediram uma nova reunião, que foi realizada nesta segunda-feira, 30, com o prefeito de Tijucas, da qual também participaram o prefeito de Canelinha, Diogo Maciel e o presidente da Câmara de Vereadores canelinhense, Robinson Carvalho Lima, além da advogada da prefeitura de Tijucas, Anáxagora Alves Machado Rates. Na oportunidade, o prefeito de Tijucas reforçou sua posição contrária à instalação de aterro sanitário no município e afirmou que Tijucas ainda não emitiu qualquer documento neste sentido.

Ainda durante a reunião, o prefeito de Canelinha também manifestou a posição do município sobre o tema, aos moradores, como destaca em entrevista ao Jornal Rádio Vale. Ouça

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2021 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados