(48) 3263-0303 Whatsapp

Samae pede atenção da população de Tijucas para a economia de água, devido a estiagem

25/08/2021 às 15h40 - Atualizado em 25/08/2021 às 16h05

Por Sidnei Miranda

A estiagem que preocupa as autoridades do Sul do Brasil já, desde a ano de 2020, segue neste ano sem a previsão de chuvas referenciais que poderiam amenizar a situação dos mananciais, até 2022.

Em Tijucas a água que é tratada e distribuída à população vem de uma pequena parte do Rio Tijucas e, em sua maioria, das cachoeiras no interior do município, que já apresentam insuficiência de vazão para o pleno abastecimento, devido ao baixo nível causado pela falta das chuvas.

Em entrevista ao Jornal Rádio Vale, o presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - Samae, Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho, destaca esta situação e também, o planejamento da autarquia devido a necessidade de investimento para os próximos anos, quando o município de Tijucas deverá condicionar o bastecimento de água e tratamento de esgoto ao aumento acelerado da população e concequentemente das novas ligações que são solicitadas diáriamente pelo setor da construção civil.

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2021 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados