(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Representantes de Porto Belo e Itapema participam de reunião com membros da ARESC para debater problemas no Rio Perequê

22/01/2019 às 08h52 - Atualizado em 22/01/2019 às 09h08

Por Paulinho K

 Representantes do Município de Porto Belo, convocados pela ARESC - Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina estiveram nesta segunda-feira (21) no Centro Administrativo do Município de Itapema, para debater e planejar ações conjuntas relacionadas à mancha constatada no Rio Perequê nesta temporada de verão. O objetivo da Aresc é que ambos os Municípios, Porto Belo e Itapema, possam agir em parceria para solucionar de forma concreta o problema que se agrava a cada ano.

Representando o Município de Porto Belo, estiveram na reunião o prefeito em exercício professor Elias Cabral, a presidente da Fundação do Meio Ambiente de Porto Belo - FAMAP Ana Paula Bunn e técnicos da respectiva Fundação e a procuradora geral do Município Rosane Posanske. A prefeita de Itapema Nilza Simas e colaboradores da Fundação do Meio Ambiente da cidade e outras pastas envolvidas também participaram do encontro, liderado pela gerente de fiscalização da ARESC Luiza kaschny Burgardt.

Ficou estabelecido, neste primeiro momento, que seja realizado de forma conjunta uma limpeza nas margens do Rio Perequê e Rio da Fita, seguindo as devidas normas ambientais, para ter maior visibilidade do percurso dos rios.

A presidente da Famap Ana Paula Bunn comentou sobre a importância da Operação Lacre, realizada pelo Governo de Porto Belo há mais de seis meses e a fiscalização da Famap quanto às empresas de limpa-fossa com sede no Município.

O prefeito em exercício professor Elias Cabral diz que o trabalho em conjunto sem dúvidas trará mais resultados. "Nosso pensamento sempre foi muito parecido com o que foi proposto pela Aresc, que é o trabalho conjunto com o Município de Itapema ao invés de culpar este ou aquele Município. Precisamos de ações concretas e específicas, para que de uma vez por todas possamos solucionar os problemas do Rio Perequê, tendo consciência das responsabilidades de cada um" - diz o prefeito.

A ideia é que após a conhecimento das margens do Rio Perequê e Rio da Fita, os Municípios possam criar um plano de ação. O Município de Porto Belo iniciará nas próximas semanas uma revisão do Plano de Saneamento Básico e continuará realizando semanalmente a Operação Lacre, que busca lacrar saídas de esgoto clandestinas do Município.

Foto: Divulgação

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados