(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Preso escondia dez celulares, isqueiro, drogas e cabo USB no próprio estômago em Palhoça

17/01/2019 às 10h17 - Atualizado em 17/01/2019 às 10h21

Por Paulinho K

 Um apenado da Colônia Penal Agrícola de Palhoça, na Grande Florianópolis, foi flagrado com celulares, isqueiro, cabo USB e drogas introduzidos no próprio estômago. A descoberta ocorreu nesta terça-feira (15), quando o detento retornou à unidade após uma saída temporária de sete dias.

Agentes desconfiaram do comportamento do preso, que é portador de necessidades especiais e usa muletas, e o submeteram à revista no detector de metais.
Como o equipamento apontou a presença de algo metálico, ele foi levado até o Complexo de São Pedro de Alcântara para observação no scanner corporal, que confirmou as suspeitas. Inicialmente, a Secretaria de Administração Prisional informou que havia nove celulares no estômago do apenado, porém, mais tarde, disse que eram dez aparelhos.
Além dos celulares, os demais objetos estavam distribuídos em 52 invólucros separados. O preso passou por um procedimento cirúrgico para a remoção do material e, até a última atualização desta matéria, continuava internado.

O caso repercutiu com surpresa até mesmo entre servidores mais experientes do sistema prisional.

Diário Catarinense/ Foto: Divulgação

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados