(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Polícia Civil desarticula esquema de roubo e desvio de cargas no Norte de SC e em outros três estados

14/03/2019 às 08h48 - Atualizado em 14/03/2019 às 09h03

Por Paulinho K

 A Polícia Civil deflagrou uma operação esta quarta-feira (13) em sete cidades que ficam no Norte catarinense e em outras oito do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, contra uma organização criminosa de roubo e desvio de cargas. Desde o início da madrugada até as 12h30, 16 suspeitos foram presos, além de documentos, veículos, joias e celulares apreendidos.

No total, segundo a polícia, a Vara Criminal de São Francisco do Sul expediu 19 mandados de prisão preventiva, nove de temporária, e outros 28 de busca e apreensão.

Até o final da manhã, ao menos 14 suspeitos foram presos em Santa Catarina e outras duas prisões ocorreram em outros estados. Em apenas numa das casas alvo da operação, os policiais localizaram R$ 20 mil escondidos em uma mala. Os trabalhos devem seguir no decorrer do dia.

Polícia Civil deflagra operação contra roubo de cargas no Norte de SC. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

As ações da Divisão de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DFRC/Deic) em Santa Catarina foram concentradas no Norte catarinense, nas cidades de Joinville, Penha, Araquari, São Francisco do Sul, Balneário Barra do Sul, Barra Velha e Balneário Piçarras. No Paraná, os trabalhos são em quatro locais da Região Metropolitana de Curitiba, no Rio Grande do Sul, na região Oeste do estado, e na capital de São Paulo.

 

A operação foi denominada de Proditor, que em latim significa traidor. Segundo o delegado Luís Felipe Del Solar Fuentes, diretor da Deic, o grupo agia de forma complexa e a rede envolvia motoristas, comerciantes e pessoas que serviam de laranja.

Entre as cargas que integravam o esquema estão bobinas de aço e inox. De acordo com a Deic, esse tipo de material possui alto valor agregado, o que os torna um dos principais alvos de cargas roubadas em Santa Catarina.

"Essa é uma investigação da Divisão de Furtos e Roubos de Cargas da Deic em cima de uma quadrilha que vinha desviando uma série de cargas diversas, de diversos produtos, falseando esses roubos pra lesar seguradora, lesar os donos das cargas e também receptando cargas roubados e desviadas dos quatro estados", explicou Fuentes.

Bobinas localizadas pela polícia durante a operação — Foto: Polícia Civil/ Divulgação


Conforme a Polícia Civil, trabalham na operação 120 policiais com apoio das Diretorias do Litoral, Interior, Fronteira e Grande Florianópolis, além de unidades do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo que cumprem mandados de prisão e busca. Uma equipe de São Miguel do Oeste também cumpre um mandado de busca em Frederico Westphalen, no Oeste do Rio Grande do Sul.

Os presos devem ser encaminhados para a Deic de São José, na Grande Florianópolis, onde devem prestar esclarecimentos, de acordo com o diretor da Deic.

 

Investigação
No esquema criminoso utilizado pela quadrilha, os suspeitos registravam falsos roubos em boletins de ocorrência, sendo que as cargas eram previamente negociadas com os receptadores, que faziam a distribuição dos produtos.

"Os receptadores já estavam previamente acertados, em sua grande maioria empresas que receptavam essas cargas de diversos tipos, com uma série de materiais diferentes, e com valores altos causando bastante prejuízo aos donos das cargas, para as transportadoras e seguradoras", explicou o delegado da Deic.

Dezesseis mandados de prisão foram cumpridos na manhã desta quarta-feira (13). — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

O delegado Osnei Valdir de Oliveira, da DRFC, informou que os motoristas suspeitos de participar da quadrilha simulavam o sequestro e roubo da carga após carregar os produtos, registrando falsos comunicados de crime em boletins de ocorrência.

Ainda de acordo com Oliveira, na maioria dos casos, a carga sequer sai do estado de origem, é era desviada para empresas que participavam da receptação e tentavam posteriormente dar uma origem legal aos produtos.

G1/ Foto: Foto: Polícia Civil/Divulgação

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados