(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Ministério da Agricultura proíbe a venda de seis marcas de azeites no Brasil

08/07/2019 às 10h04 - Atualizado em 08/07/2019 às 10h06

Por Paulinho K

 Por meio de nota, o Ministério de Agricultura anunciou a proibição da venda de seis marcas de azeite de oliva no Brasil. A pasta informou a proibição dos azeites Oliveira do Conde, Quinta Luzitana, Quinta D’Oro, Évora, Costanera e Olivas do Porto, que devem ser recolhidas dos pontos de venda no atacado e varejo.
Publicidade


“Os comerciantes que forem flagrados vendendo os produtos, após as advertências, serão denunciados ao MPF (Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão), encaminhados à Polícia Judiciária para eventual responsabilização criminal e multados em R$ 5 mil por ocorrência com acréscimo de 400% sobre o valor comercial dos azeites”, diz a nota.

A proibição é consequência de uma ação da Polícia de São Paulo, no município de Guarulhos. Segundo o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov), foi descoberta uma fábrica clandestina de azeites falsificados e com mistura de óleos.

No comunicado, o Ministério recomenda ao consumidor desconfiar de produtos muito baratos. De forma geral, os azeites irregulares são encontrados na faixa de R$ 7 a R$ 10 a unidade. Os verdadeiros têm preços superiores a R$ 17.

Foto: Ministério da Agricultura

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados