(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Mais de 600 mil unidades consumidoras foram afetadas pelo vendaval, afirma Celesc

30/06/2020 às 18h46 - Atualizado em 30/06/2020 às 19h03

Por Sidnei Miranda, com informações da Celesc Distribuição

Ciclone extratropical registrou rajadas de vento de até 110Km/h, por volta das 15h30 desta terça-feira.

A Celesc informa que, em virtude do mau tempo provocado por um ciclone extratropical com rajadas de vento de até 110Km/h, por volta das 15h30, mais de 600 mil unidades consumidoras (UCs) estavam com o fornecimento de energia elétrica interrompido na área de concessão da empresa. As ocorrências começaram a ser registradas no início da tarde, no oeste catarinense, e está avançando para o litoral.

O ciclone, que é composto por uma área de baixa pressão, começou a se formar no norte da Argentina e está se deslocando em direção ao leste. A área de baixa pressão está cruzando os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e deve ganhar forma de ciclone sobre o oceano, no litoral gaúcho.

Equipes da Celesc estão em campo nesse momento, atuando nas áreas atingidas, mas é importante que a população permaneça em local seguro e relate as ocorrências para a Defesa Civil (199), o Corpo de Bombeiros (193) e as emergências relativas à rede elétrica no 0800 048 0196.

A Celesc informa que, em virtude do mau tempo provocado por um ciclone extratropical com rajadas de vento de até 110Km/h, por volta das 15h30, mais de 600 mil unidades consumidoras (UCs) estavam com o fornecimento de energia elétrica interrompido na área de concessão da empresa. As ocorrências começaram a ser registradas no início da tarde, no oeste catarinense, e está avançando para o litoral.

O ciclone, que é composto por uma área de baixa pressão, começou a se formar no norte da Argentina e está se deslocando em direção ao leste. A área de baixa pressão está cruzando os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e deve ganhar forma de ciclone sobre o oceano, no litoral gaúcho.

Equipes da Celesc estão em campo nesse momento, atuando nas áreas atingidas, mas é importante que a população permaneça em local seguro e relate as ocorrências para a Defesa Civil (199), o Corpo de Bombeiros (193) e as emergências relativas à rede elétrica no 0800 048 0196.

Foto: NSC

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2020 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados