(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Mãe é espancada pelo próprio filho e pela nora

04/09/2018 às 06h43 - Atualizado em 04/09/2018 às 08h52

Por Paulinho K

 Na noite da última sexta-feira (31), um ato de violência chamou a atenção, no bairro Tabuleiro, em Itapema. Seria mais um caso de violência doméstica nas estatíscas se não fosse por um detalhe, Eva Lúcia Rosa foi brutalmente espancada pelo próprio filho e pela nora. O espancamento foi registrado por volta das 23h30min e de acordo com a vítima a agressão aconteceu porque ela estaria ouvindo uma música evangélica.
A vítima relatou que as agressões só cessaram após a chegada de um sobrinho, que conseguiu retirá-la das mãos da nora e do filho. "Pra mim é triste, a gente cria os filhos com tanto carinho, para depois ser agredida e chingada. Deus sabe que o meu trabalho é pra igreja, inclusive sou voluntária numa ONG que ajuda moradores de rua", conta.
A mãe conta que por ter se negado a desligar o aparelho de som, o filho a jogou no chão, segurando seus dois braços para que a esposa a espancasse. A mãe disse ainda que o filho instruiu a nora a bater com muita força.
A Polícia Militar foi até o local, mas o filho, identificado apenas como Cleiton, já havia fugido, não sendo mais localizado. A nora, identificada apenas como Mônica, que  morava no mesmo terreno, foi retirada do local, pela polícia.
Com dores pelo corpo, Rosa precisou ser encaminhada ao Hospital Municipal de Itapema para uma avaliação médica. "Pra mim se ele for pra cadeia, melhor ainda, tanto ele, quanto ela. Eu tenho medo, porque já é a segunda vez que ele me agride", revelou a vítima.
Nesta segunda-feira (03), a vítima deveria passar por um exame de corpo de delito. Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso foi repassado para a Polícia Civil.

Foto/ PM Divulgação

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados