(48) 9 9999-6561 Whatsapp

Bombinhas reduz 33% do desperdício de água

02/08/2018 às 10h45 - Atualizado em 02/08/2018 às 10h48

Por Paulinho K

 O Brasil desperdiça quase 40% da água potável nos sistemas de distribuição, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). A perda é causada por vazamentos nas tubulações, erros de leitura de hidrômetros, roubos e fraudes. Em Bombinhas, devido a um trabalho de Gestão e Controle de Perdas (GCP) realizado pela concessionária Águas de Bombinhas, o índice de desperdício reduziu para 33% no primeiro semestre de 2018.
A forte presença de fraudes é um dos fatores que diferenciam o Brasil de países com baixos índices de perda de água e de faturamento. As perdas trazem consequências tanto para o próprio sistema de produção, quanto para o meio ambiente, já que um elevado nível de desperdício equivale a uma necessidade de produção superior ao volume efetivamente demandado.
No município, segundo o supervisor de operações Claudinei Dumke, a ativação do GCP está baseada em seis pontos específicos: gestão de pressão, gestão de micromedição, detecção de fraudes, controle de vazamentos, velocidade nos reparos e gestão da infraestrutura. Desde 2016, ações como a gestão da pressão em diferentes pontos do sistema, a renovação do parque de hidrômetros, o controle de vazamentos e um forte trabalho de identificação de ligações clandestinas contribuíram para esta queda no percentual de perdas.
De junho de 2017 à junho deste ano, o índice de perdas em Bombinhas reduziu para 33% – foram deixados de desperdiçar um total de 444.258 m³ de água. Ou seja, volume suficiente para abastecer a cidade de Bombinhas por aproximadamente seis meses em baixa temporada. Ainda de acordo com Claudinei, a água perdida em vazamentos afeta diretamente a população. Para ele, o sucesso de Bombinhas se deve a alguns procedimentos adotados pela empresa.
A concessionária realiza manobras para redução de pressões nas redes nos períodos noturnos, instalou Dataloggers (equipamentos capazes de monitorar as pressões) em diferentes pontos da cidade, e “trocou o parque de hidrômetros para que tenhamos uma leitura mais exata do volume de consumo de água da população”, explica ele.

www.bombinhas.sc.gov.br

Disponível na Appstore Disponível no Google Play

Ouça no seu smartphone

© Copyright 2005-2019 - Rádio Vale - Todos os direitos reservados